27/03/2014

PROMOVENDO TRANSFORMAÇÕES


Introdução
"... para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do
diabo.” (I Jo. 3:8)

Jesus veio para amar as vidas e promover transformação na terra. O único objetivo do Pai era reconduzir o
homem perdido à Sua presença (Jo. 3:16). Jamais o Senhor nos chamou para nos conduzir a uma condição meramente religiosa. O cristianismo não pode ser uma proposta de condução humana. Pois as religiões por seus méritos humanos, científicos, prometem uma condição melhor de vida. Mas no cristianismo, Jesus nos ensinou que Deus vem buscar o homem para uma intimidade maior, de Pai com filhos, que gerará mudanças em seu comportamento, na família e na sociedade. Nossa fé tem que ser viva, poderosa, ativa. Muitos têm vivido uma fé: apática, fria, automática. A fé requer ação. Jesus é vida, é libertação, é cura. Fé em movimento que impacta e transforma!

Desenvolvimento
Muitos são os desafios que temos enfrentado, para servirmos a Deus e cumprirmos nossa missão de pregar o evangelho às vidas perdidas. O Espírito Santo nos levanta na terra para fazermos diferença. Em (Is. 59:2) a Palavra diz que os pecados e iniqüidades fazem separação entre nós e Deus. O que é preciso que façamos? Precisamos mudar o ambiente em que vivemos nos arrependendo em primeiro lugar, quebrando as maldições de nosso território (Gl. 3:13). Então veremos o Reino de Deus se instalando na terra. As bases do trono de Deus são justiça e santidade, como vamos viver justiça e santidade se negociarmos nossa voz profética? Como vai haver transformação, se não nos movermos em transformação a partir de nossa própria vida?! A pior epidemia na sociedade não é a dengue, a AIDS ou o câncer, a pior epidemia é a da imoralidade (Rm. 1:18 ss leia!).

Estamos vendo as famílias se desmoronarem, crianças abusadas que crescem com o estigma do homossexualismo. Os governos que se instalam sobre nós são corruptos sem comprometimento com a justiça e com a santidade, várias são as leis se levantando para destruir a Célula principal na sociedade: a FAMÍLIA! É preciso se levantar em nome de Jesus e criar uma “ira” contra essas coisas e intercedermos, lutarmos contra essas atitudes de pecado, não aceitando como normalidade. Em (Jo. 2:13-17 leia), Jesus se levantou como um ministério diferente que não aceitaria a iniqüidade como algo normal. É assim que nós precisamos nos levantar hoje! Nos “irando” contra o pecado, nos arrependendo e agindo com uma fé viva para mudarmos as situações.

Há uma frase muito correta que diz: “para que o mal vença e se instale, basta que as pessoas do bem nada façam”. O que o maligno deseja é ver sua voz profética calada! Você jogado em um canto de sua alma dizendo-se derrotado e apático, sem querer se levantar de novo. Mas o que Jesus te diz, é que se você crer Nele e se porventura você estiver agora, dentro de uma sepultura espiritual, ainda que você esteja morto, viverá!(Jo. 11:25). Levante-se e vá fazer a diferença! Levante-se e entre no seu território dizendo ao inimigo que saia dali! Somos o instrumento que Deus vai usar nesta geração para mudar nosso território!

Conclusão
Não podemos nos permitir, sermos apáticos (sem reação) diante de uma sociedade que se degrada e destrói, onde os valores morais e eternos do Reino de Deus são banalizados. Somos filhos de Deus nascidos de novo e recebemos a unção para transformação das nações! Neste tempo precisamos deixar de lado os argumentos de nossa mente (alma) e avançarmos para que o Reino de Deus se estabeleça em nosso território (casa, bairro, cidade, Estado, Nação). Seja usado por Deus aonde Ele te enviar, sua fé será veículo de transformação em todos os lugares! Para isto o Filho de Deus se manifestou em sua vida e através de sua vida... Para destruir as obras malignas e transformar o choro em alegria (Is. 61:1-4). Deixa Deus usar você de novo!

Pense:
1- Sua fé tem mudado a vida de alguém?
2- Você tem estado paralisado ou agindo, diante das situações de injustiça?
3- Você vai se levantar para fazer algo ou vai sentar para criticar?



Autor: Pr. Evanildo Cardoso
recebido por email
fonte midia gospel