16/03/2014

TÉCNICO SILAS FALA SOBRE O PRECONCEITO QUE SOFRE NO FUTEBOL POR SER EVANGÉLICO



O técnico Silas, que tem passagens em times como Grêmio, Flamengo e Avaí comentou recentemente sobre o preconceito que sofre no meio esportivo pelo fato de ser evangélico.

- Eu sofro muito preconceito no meio por ser evangélico. Falam coisas sobre mim que não são verdade. Quando eu estava para ir para o Grêmio, por exemplo, publicaram que eu fazia orações fervorosas no vestiário e não é assim – afirmou o treinador, que marcou época como
jogador do São Paulo campeão brasileiro em 1986, sendo incluído na ‘geração dos Menudos’, ao lado de Pita, Careca, Muller e Sidney.

Segundo Silas, que tem também passagens como treinador no
futebol do Catar, os brasileiros ainda não conseguem aceitar a relação entre atletas e a religião.

- Quando se mistura religião e futebol aqui no Brasil é muito difícil. As pessoas aqui não estão preparadas para aceitar que estas duas coisas podem funcionar juntas – completou Silas.

Silas comentou ainda sobre o Atletas de Cristo, grupo que apoia atletas cristãos a passarem por momentos de preconceitos e outros tipos de dificuldades em suas carreiras esportivas, e que também promove trabalhos de evangelismo com o esporte.

- Tem esse grupo do qual eu participo, o Atletas de Cristo – também tem o Baltazar, o João Leite. O grupo ajuda os jogadores nas fases mais difíceis, principalmente: o início da carreira, ajudando o jogador a criar uma base sólida para não se perder com todo o brilho, e no fim da carreira, que também é complicado, uma fase de transição – finalizou.

Fonte: noticias gospel
Recebido por email