29/04/2014

ESTUDO AFIRMA QUE CAI O NÚMERO DE CATÓLICOS NA AMÉRICA LATINA



De acordo com um estudo realizado pelo instituto chileno Latinobarómetro, o número de fiéis da
Igreja Católica na América Latina caiu 13% entre 1995 e 2014. De acordo com o estudo, a chegada do Papa Francisco aumentou a confiança da igreja na região, mas o número de pessoas que se declaram católicas diminuiu de 80% para 67%.

O estudo detalhou ainda que na América do Sul, a queda foi de 10% enquanto na América Central foi de 17%. Já a confiança na instituição representada pelo papa Francisco, é superior a 60% em todos os países da região, com exceção do Uruguai (48%) e Chile (44%).

O instituto afirma, através da pesquisa, que os latino-americanos depositam sua confiança em primeiro lugar na família e, em segundo, na Igreja Católica.

- Os
católicos recuperam a confiança na Igreja, apesar dos escândalos, provavelmente como consequência da chegada e liderança do Papa Francisco – afirma o instituto, que tem sede em Santiago e ressalta que a América Latina é a única região do mundo que tem uma religião, o catolicismo, muito mais dominante que outras.

O estudo fez também um perfil do fiel de acordo com a faixa etária e nível de educação e constatou que o percentual de católicos aumenta de acordo que aumenta a idade. 61% dos jovens são católicos, enquanto o número sobe para 74% entre os maiores de 60 anos. Em relação aos evangélicos, acontece o contrário: entre os jovens há 19% de fiéis e entre os maiores de 60 anos apenas 14%.

Em relação à educação, os católicos representam 64% da população com educação básica e dos com 72% no ensino superior. Entre os evangélicos os valores são de 22% e 10%, respectivamente.

O instituto Latinobarómetro analisa a influencia da religião na América Latina afirmando que “os valores da inovação, transparência, competência, perseverança, como pilares das sociedades modernas, não necessariamente são abraçados pelas sociedades latino-americanas, onde prevalecem valores mais tradicionais como obediência, bons hábitos e responsabilidade”.

fonte: noticias gospel
recebido por email