23/05/2014

Pastor é preso ao fazer protesto contra aborto - Noticias Gospel


Grupos cristãos americanos estão se reunindo em uma verdadeira batalha judicial para defender um pastor que foi preso por protestar do lado de fora de uma clínica de aborto no Mississippi.

O Liberty Counsel, ONG de advogados cristãos, afirma que a polícia violou os direitos do pastor Stephen Joiner. Ele foi preso por segurar uma placa dizendo que o aborto mata crianças inocentes. Joiner é pastor da Igreja do Nazareno na cidade de Columbus, Mississippi.

O capitão Frederick Shelton, do Departamento de Polícia de Colombo, afirma que a prisão ocorreu por que o pastor se recusou a sair do local mesmo após ter sido informado por um policial que ele estava obstruindo o tráfego. Entre as acusações também existe a violação de uma lei municipal que proíbe manifestações sem autorização.

O representante do Liberty Counsel, Mat Staver, afirma que a prisão é ilegal pois Joiner estava sozinho, não era uma “manifestação coletiva” e que simplesmente alguém importante não gostou de sua mensagem.

“As ações da polícia são totalmente injustificada e são uma afronta aos direitos fundamentais de todos os cidadão. Mesmo sendo uma afirmação considerada impopular, foi pacífica. Pastor Joiner tem o direito de se expressar livremente”, afirmou Staver, pedindo sua liberação imediata.

Enquanto isso, o pastor aguarda o julgamento na cadeia local.

fonte: gospel prime