23/05/2014

Pastor causa polêmica ao afirmar que criacionistas da Terra Jovem são surdos, mudos e cegos - Noticias Gospel


Conhecido por estar constantemente envolvido em polêmicas, o pastor Pat Robertson motivou uma série de críticas contra ele ao afirmar que os criacionistas que defendem a ideia da “Terra Jovem” são “surdos, mudos e cegos”. Ao comentar as declarações do pastor, Ken Ham, do Museu da Criação, acusou o líder cristão de comprometer as Escrituras e, assim, servir como “um dos maiores problemas que temos hoje na igreja”.

- Pat Robertson ilustra um dos maiores problemas que temos hoje na igreja. Gente como Robertson compromete a Palavra de Deus com ideias pagãs de homens falíveis – afirmou Ham, em uma postagem em sua página no Facebook.

O criacionismo da Terra Jovem é uma linha de pensamento que defende a literalidade da Bíblia no relato da criação, de forma que a Terra e toda a vida terrestre teriam sido criadas durante um período relativamente curto de tempo, em algum momento entre 5.700 e 10.000 anos atrás.

As afirmações do pastor a respeito dessa linha de pensamento foram feitas na última terça feira, quando ele voltou a afirmar que não é um criacionista da Terra Jovem.

- Você tem que ser surdo, mudo e cego para pensar que esta terra em que vivemos só tem 6.000 anos de existência – afirmou Robertson, que também apresentou evidências para corroborar com a teoria que defende de que a Terra é muito mais velha que os criacionistas da Terra Jovem defendem.

Ham, que acredita em uma interpretação literal do relato da criação em Gênesis, disse várias vezes em seu post no Facebook que os ateus “amam” Robertson por causa de seus pontos de vista e que o pastor faz com que o cristianismo “pareça ridículo”.

- Este homem usa a sua posição em um grande programa de TV cristã para ajudar os ateus a zombarem da Palavra de Deus! – criticou Ham.

- Sério Pat Robertson? Você quer dizer que de nenhuma maneira Deus, o Criador infinito, poderia ter criado o universo em seis dias apenas seis mil anos atrás? Deus poderia ter criado tudo em seis segundos, se Ele quisesse. E, de qualquer maneira, não é uma questão do que você pensa – é uma questão de o que Deus nos disse claramente em Sua Palavra infalível – argumentou.

Ham e Robertson já se enfrentaram a respeito da mesma questão em outras ocasiões. Robertson afirma que não acredita na chamada evolução não teísta, mas diz crer que “Deus começou tudo e Ele está no comando de tudo”.

- O fato de que tivemos uma evolução progressiva sob seu controle, não faz mal a minha fé – defende o pastor.

Por causa de afirmações como essa, Ham classifica o televangelista como “mal informado e enganado”, e critica que muitos vão acreditar nele “em vez de abrir as suas Bíblias e ver que evolução e milhões de anos são totalmente incompatíveis com os primeiros 11 capítulos de Gênesis”.

fonte: gospel mais